Ocorreu um erro neste gadget

Páginas

domingo, 21 de março de 2010

MANUAL DA NOVA ORTOGRAFIA

Manual da nova ortografia


Acento agudo

O acento agudo desaparece das palavras da língua portuguesa em três casos como se pode ver a seguir:
* nos ditongos (encontro de duas vogais proferidas em uma só sílaba) abertos ei e oi das palavras paroxítonas (aquelas cuja sílaba pronunciada com mais intensidade é a penúltima).

COMO É HOJE
COM VAI FICAR
Assembléia Assembleia

Heróico
Heroico
Idéia
Ideia
Jibóia Jiboia



No entanto, as oxítonas (palavras com acento na última sílaba) e os monossílabos tônicos terminados em éi, eu e oi continuam com o acento (no singular e /ou plural.
Exemplos: herói(s), ilhéus(us), chapéu(s), anéis, dói, céu.

*Nas palavras paroxítonas com i e u tônicos que formam hiato (seqüência de duas vogais que pertencem a sílabas diferentes) com a vogal anterior quando esta faz parte de um ditongo;

COMO É HOJE
COM VAI FICAR
baiúca baiuca
boiúna boiuna
feiúra feiura


No entanto, as letras i e u continuam a ser acentuadas se formarem hiato mas estiverem sozinhas na sílaba ou seguidas de s.
Exemplos: baú, baús, saída.
No caso das palavras oxítonas, nas mesmas condições descritas no item anterior, o acento permanece. Exemplos: tuiuiú, Piauí.

*Nas formas verbais que têm o acento tônico na raiz, com o u tônico precedido das letras g e q seguido de e e i. Esses casos são pouco freqüentes na língua portuguesa: apenas nas formas verbais de argüir e redargüir.

COMO É HOJE
COM VAI FICAR
argúis arguis
argúem arguem
redargúis redarguis
redargúem redarguem

Acento diferencial

O acento diferencial é utilizado para permitir a identificação mais fácil de palavras homófonas, ou seja, que têm a mesma pronúncia. Atualmente, usamos o acento diferencial – agudo ou circunflexo – em vocábulos como pára (forma verbal), a fim de não confundir com para (a preposição), entre vários outros exemplos.
Com a entrada em vigor do acordo, o acento diferencial não será mais usado nesse caso e também nos que estão a seguir:

 Péla ( do verbo pelar) e pela ( a união da preposição com o artigo);

 Pólo ( o substantivo) e pólo (a união antiga e popular de por e lo);

 Pélo (do verbo pelar) e pêlo (o substantivo);

 Pêra (o substantivo) e péra (o substantivo arcaico que significa pedra), em oposição a pêra (a preposição arcaica que significa para ).


No entanto, duas palavras obrigatoriamente continuarão recebendo o acento diferencial:

PÔR (verbo) mantém o circunflexo para que não seja confundido com a preposição POR.

PÔDE (o verbo conjugado no passado) também mantém o circunflexo para que não haja confusão com pode (o mesmo verbo conjugado no presente).

Observação: já em fôrma/forma o acento é facultativo.







Acento circunflexo
Com o acordo ortográfico, o acento circunflexo não será mais usado nas palavras terminadas em oo.

COMO É HOJE
COM VAI FICAR
enjôo enjoo
vôo voo
abençôo abençoo
corôo corôo
magôo magoo
perdôo perdoo

Da mesma forma, deixa de ser usado o circunflexo na conjunção da terceira pessoa do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos crer, dar, ler, ver e seus derivados.
COMO É HOJE
COM VAI FICAR
crêem creem
dêem deem
lêem leem
vêem veem
descrêem descreem
relêem releem
No entanto, nada muda na acentuação dos verbos ter, vir e seus derivados. Eles continuam com o acento circunflexo no plural (eles têm, eles vêm), e no caso dos derivados, com o acento agudo nas formas que possuem mais de uma sílaba no singular (ele detém, ele intervém).

Trema
Um sinal a menos

O trema, sinal gráfico de dois pontos usados em cima do u para indicar que essa letra, nos grupos que,qui, gue e gui, é pronunciada será abolido. É simples: ele deixa de existir na língua portuguesa. Vale lembrar porém, que a pronúncia continua a mesma.


COMO É HOJE
COM VAI FICAR
agüentar aguentar
eloqüente eloquente
freqüente frequente
lingüiça linguiça
sagüi sagui
seqüestro sequestro
tranqüilo tranquilo
anhangüera anhanguera

No entanto, o acordo prevê que o trema seja mantido em nomes próprios de origem estrangeira, bem como em seus derivados.
Exemplos: Bündchen, Müller, mülleriano.


Hífen
Palavras compostas

O hífen deixa de ser empregado nas seguintes situações:

__quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com as consoantes s ou r.Nesse caso, a consoante obrigatoriamente passa a ser duplicada;

__quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa com uma vogal diferente.

COMO É HOJE
COM VAI FICAR
anti-religioso antirreligioso
anti-semita antissemita
auto-aprendizagem autoaprendizagem
auto-estrada autoestrada
contra-regra contrarregra
contra-senha contrassenha
extra-escolar extraescolar
extra-regulamentação extrarregulamentação

No entanto, o hífen permanece quando o prefixo termina com r (hiper, inter e super) e a primeira letra do segundo elemento também é r.
Exemplos: hiper-requintado, super-resistente.


Alfabeto
Novas letras

O acordo prevê que nosso alfabeto passa a ter 26 letras – hoje são 23. Além das atuais, serão oficialmente incorporadas as letras, k, w e y. No entanto, seu emprego fica restrito a apenas alguns casos, como já ocorre atualmente. Confira os principais exemplos:

__em nomes próprios de pessoas e seus derivados:

Exemplos: Franklin, frankliniano, Darwin, darwinismo, Wagner, wagneriano, Taylor, taylorista, Byron, byroniano.

__em nomes próprios de lugares originários de outras línguas e seus derivados.

Exemplos: Kuwait, kuwaitiano, Washington, Yokohama, Kiev.

__em símbolos, abreviaturas, siglas e palavras adotadas como unidades de medidas internacionais.

Exemplos: Km (quilômetro), KLM (companhia aérea), K (potássio), W (watt), WWW (sigla de world wide web, expressão que é sinônimo para a rede mundial de computadores).

__em palavras estrangeiras incorporadas à língua.

Exemplo: sexy, show, download, megabyte.

Nenhum comentário: